Sobre a
Associação

A Associação Escolíadas é uma organização cultural, com sede no Concelho da Mealhada, que se destaca na implementação de projetos de intervenção cultural junto de crianças e jovens, tendo como ponto de partida a inclusão da Arte na Educação, com vista ao desenvolvimento das suas competências e capacidades.

Tem como missão apoiar a prática de atividades artísticas desenvolvidas por grupos de alunos e professores, fornecendo os meios técnicos necessários à sua concretização, promovendo a cidadania e o espírito de grupo, e difundindo a cultura e a arte numa região onde os meios e a atividade cultural escasseiam.

Missão

Apoiar a prática de atividades artísticas desenvolvidas por grupos de alunos e professores, fornecendo os meios técnicos necessários à sua concretização, promovendo a cidadania e o espírito de grupo, difundindo a cultura e a arte numa região onde os meios e a atividade cultural escasseiam.



Visão

Ser a referência nacional de projeto desenvolvido com jovens promovendo a inclusão das artes e o acesso aos diversos domínios artísticos no ensino/educação.

História

1990

Grupo informal de jovens criou o evento Escolíadas, um concurso interescolar onde participaram, inicialmente, seis escolas da zona da Mealhada (Distrito de Aveiro).
As escolas teriam de apresentar três provas (teatro, música e/ou dança e pintura), e deveriam ser constituídas por uma claque, revelando-se como uma extensão do que seria apresentado em palco.
O júri era composto por professores das escolas da região, ligados às artes dramáticas, artes plásticas e à música.

1997

Começam surgir apoios e parcerias de entidades públicas, nomeadamente: Direção Regional da Cultura Centro – (DRCC), a Direção-Geral dos Estabelecimentos Ensino (DGEstE), Câmara Municipal de Mealhada e o Instituto Português do Desporto Juventude – IPDJ.
É atribuído pela primeira vez pelo Ministério da Cultura a declaração de “Manifeste Interesse Cultural” ao projeto, o que tem vindo a suceder anualmente desde então.

1998

A equipa técnica que produz o evento começa a ser solicitada para ajudar escolas a produzirem saraus e encontros culturais. A quantidade de solicitações levou à criação da Associação Escolíadas.

2000

A Associação Escolíadas inicia a sua atividade com o objetivo de produzir o evento “Escolíadas" e apoiar o maior número possível de atividades culturais produzidas por ou com a participação de Escolas Secundárias.

A associação apoia tecnicamente todos os anos mais de uma dezena de ações culturais.

2014

A Associação assume o papel de criação artística através da elaboração “de raiz” do projeto Escolíadas Júnior, que envolve toda a comunidade escolar do 1º ciclo do Ensino Básico do concelho de Mealhada.

O projeto Escolíadas Glicínias Plaza recebe o selo de Iniciativa de Elevado Potencial de Empreendedorismo Social pelo Instituto de Empreendedorismo Social, no âmbito do Mapa de Inovação e Empreendedorismo Social em Portugal.

2016

Foram recebidos os prémios de Responsabilidade Social, por parte da SAPO e o de “Boas Práticas | Associativismo Juvenil”, pelo IPDJ.

2017

Os projetos Escolíadas Glicínias Plaza e Escolíadas Júnior recebem financiamento dos programas Portugal 2020, apostando no desenvolvimento e capacitação da Associação Escolíadas, no âmbito da Inovação Social.

2018

A Associação Escolíadas recebe o estatuto de Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) pela Direção-Geral da Segurança Social.

Equipa